FANDOM


Os titãs (masculino) e as titânides (feminino) (em grego antigo, singular: Τιτάν (masculino) e Τιτανίς (feminino), plural: Τιτάνες (masculino) e Τιτανίδες (feminino)), foram as primeiras formas divinas a comandarem o mundo após a criação por parte dos deuses primordiais, no Monte ÓtrisCronos era seu rei, com Réia como sua rainha.

Gerações de TitãsEditar

Titãs da Primeira Geração Editar

Céos Editar

Esse era o titã da inteligência. Ele tem papel fundamental na constituição da árvore genealógica de deuses gregos pois era o avô de Apolo, que era deus das profecias e da música, e de Ártemis, que era deusa da caça.

Oceano Editar

Esse era o titã mais velho e representava o rio que corre ao redor da Terra, que até então era considerada plana, e que delimita suas fronteiras. Oceano foi o titã que deu origem a todas as fontes de água do planeta.

Crio Editar

Esse é o segundo dos titãs e representa o inverno, o frio e as manadas. Ele não tem grande destaque na mitologia mas textos revelam que ele se casou com sua meia-irmã Euríbia.

Hiperíon Editar

Esse era o titã do fogo astral e da visão e tinha identificação com as forças do sol.

Jápeto Editar

Esse é um titã importante para a mitologia pois teve filhos importantes para a história, tal como Atlas e Prometeu. Atlas foi o personagem que enfrentou Zeus e, por ter perdido, recebeu a missão de carregar o céu nas costas.

CronosEditar

Cronos foi o filho de Gaia e Urano, e o mais novo de todos os titãs, depois de destronar seu pai, Cronos passou a governar o universo, até que foi destronado pelos olimpianos, e aprisionado no abismo do Tártaro. Ele é o principal antagonista da saga de livros Percy Jackson & Os Olimpianos, manipulando a maior parte dos principais eventos da saga. Sua forma romana é Saturno.

Febe Editar

Essa titânide se juntou ao irmão Ceos, teve uma filha que chamou de Leto e era a deusa da lua, conhecida como luminosa. Sua filha foi um dos amores de Zeus e gerou Apolo e Ártemis.

Tétis Editar

Deusa da fertilidade e da capacidade de fecundação das águas. Tetis, juntamente com seu irmão, Oceano, tiveram milhares de filhos.

Mnemosine Editar

Essa é a deusa da memória e foi uma das titânides com quem Zeus escolheu procriar. Da união dos dois nasceram as nove musas que eram deusas das artes tais como dança, música e etc.

Têmis Editar

Sabedoria e justiça era o que representava Têmis que foi a segunda das esposas de Zeus. Segundo certos textos mitológicos, Têmis foi quem inventou os rituais de religião e o oráculo.

Téia Editar

Essa titânide é representante da luz e do sol e se uniu ao irmão com quem teve três filhos. Os filhos dessa união são: Selene, a lua, Hélio, o sol e Éos, a aurora.

Réia Editar

Mulher e irmã de Cronos, essa titânide enganou o seu marido para que ele não engolisse o seu filho, Zeus. Assim, no nascimento de Zeus, Réia deu uma pedra para que Cronos engolisse.

Réia também é a mãe de Poseidon, que é o deus do mar, e de Hades, que é o deus do mundo inferior.

Para finalizar, vale lembrar que de acordo com a Titanomaquia da mitologia grega, a guerra entre Titãs e os Deuses do Olimpo, aconteceu quando Zeus, que havia crescido longe do pai, retornou e quis tomar o poder.

A guerra durou dez anos e o vencedor foi Zeus que, com isso, conseguiu resgatar os irmãos.

Titãs da Segunda Geração Editar

AtlasEditar

Ele é o titã da resistência, da força e o portador dos céus. Também chamado de General, Atlas é responsável por comandar tropas e recrutar aliados para o exército de Cronos em diversas partes da história. Seu castigo por trair os deuses foi segurar o céu por toda a eternidade. Durante a última guerra contra os titãs, Atlas fez com que a filha de Atena, Annabeth Chase, segurasse o céu em seu lugar, esforço que quase a matou no topo do Monte Ótris. Mais tarde, Ártemis e suas Caçadoras derrotaram-no, prendendo-o sob o céu novamente.

PrometeuEditar

Titã da premediação e benfeitor da humanidade. Filho de Jápeto, Prometeu é conhecido por apoiar os deuses na Primeira Guerra de Titãs por saber que o lado de sua espécie perderia. Reza os mitos que ele só foi castigado quando, após desobedecer Zeus, ensinou os humanos a fazerem fogo, de forma de que foi acorrentado no topo de uma montanha e condenado a ter uma águia bicando-lhe o fígado todos os dias. Como o fígado se reconstituía pela noite, seu sofrimento foi um ciclo eterno.

EpimeteuEditar

Titã da reflexão tardia e dos pedidos de desculpas. De acordo com a história, foi culpa de Epimeteu a prisão e condenamento eterno de seu irmão, assim como foi sua culpa o fato de Pandora, a primeira mulher, abrir a caixa que libertou todas as coisas ruins no mundo. Epimeteu era o oposto do irmão, que premeditava fatos e era mais sensato.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.