Wiki Acampamento Meio-Sangue
Etiqueta: Editor visual
 
Linha 1: Linha 1:
  +
'''Giges''' (em grego: Γύγης; o membrudo ) ou '''Gyes''' (em grego: Γύης ), na [[Mitologia Grega|mitologia grega]], era um dos três [[Hecatônquiros|hecatônquiros]] (ou [[Hecatônquiros|centimanos]]), gigantes com cem braços e cinquenta cabeças, filhos de [[Gaia]] e [[Urano]]. Os outros dois hecatônquiros eram [[Briareu]] e [[Coto]].
   
  +
Segundo [[Hesíodo]], as gerações de [[Urano]] e [[Gaia]] foram, em ordem, os [[Titãs|titãs]], os [[Ciclopes|ciclopes]] e os [[Hecatônquiros|hecatônquiros]], que foram odiados por seu pai, e os escondeu no [[Tártaro]] assim que cada um deles nasceu. Segundo [[Pseudo-Apolodoro]], os [[Hecatônquiros|hecatônquiros]] foram os primeiros filhos de [[Urano]] e [[Gaia]], e, logo após os [[Hecatônquiros|hecatônquiros]], nasceram os [[Ciclopes|ciclopes]], que foram aprisionados no [[Tártaro]] por [[Urano]].[6]
  +
  +
[[Gaia]] sofreu com o aprisionamento dos [[Hecatônquiros|hecatônquiros]] , e pediu a seus filhos que punissem [[Urano]]; apenas [[Cronos]] teve coragem de responder à sua mãe. [[Gaia]] entregou uma foice a [[Cronos]], e faz o plano; quando [[Urano]] estava se deitando com [[Gaia]], [[Cronos]] atacou, e castrou [[Urano]].
  +
  +
Poderosos, ajudaram [[Zeus]] a derrotar os [[Titãs|titãs]] no episódio que ficou conhecido como [[Titanomaquia]]. [[Briareu]], [[Coto]] e Giges lançaram 300 pedras, e suplantaram o ataque dos [[Titãs|titãs]], enterrando-os em baixo da terra, e amarrando-os com correntes.
  +
  +
Após a vitória de [[Zeus]], os [[Titãs|titãs]] foram encerrados no [[Tártaro]], e os [[Hecatônquiros|hecatônquiros]] foram nomeados seus guardas.
 
[[Categoria:Filhos de Urano]]
 
[[Categoria:Filhos de Urano]]
 
[[Categoria:Filhos de Gaia]]
 
[[Categoria:Filhos de Gaia]]

Edição atual desde as 14h58min de 27 de maio de 2019

Giges (em grego: Γύγης; o membrudo ) ou Gyes (em grego: Γύης ), na mitologia grega, era um dos três hecatônquiros (ou centimanos), gigantes com cem braços e cinquenta cabeças, filhos de Gaia e Urano. Os outros dois hecatônquiros eram Briareu e Coto.

Segundo Hesíodo, as gerações de Urano e Gaia foram, em ordem, os titãs, os ciclopes e os hecatônquiros, que foram odiados por seu pai, e os escondeu no Tártaro assim que cada um deles nasceu. Segundo Pseudo-Apolodoro, os hecatônquiros foram os primeiros filhos de Urano e Gaia, e, logo após os hecatônquiros, nasceram os ciclopes, que foram aprisionados no Tártaro por Urano.[6]

Gaia sofreu com o aprisionamento dos hecatônquiros , e pediu a seus filhos que punissem Urano; apenas Cronos teve coragem de responder à sua mãe. Gaia entregou uma foice a Cronos, e faz o plano; quando Urano estava se deitando com Gaia, Cronos atacou, e castrou Urano.

Poderosos, ajudaram Zeus a derrotar os titãs no episódio que ficou conhecido como Titanomaquia. Briareu, Coto e Giges lançaram 300 pedras, e suplantaram o ataque dos titãs, enterrando-os em baixo da terra, e amarrando-os com correntes.

Após a vitória de Zeus, os titãs foram encerrados no Tártaro, e os hecatônquiros foram nomeados seus guardas.