FANDOM


Eumolpo, na mitologia grega, foi um rei de Elêusis. Ele era filho do deus Poseidon com Quione, filha do deus do vento Bóreas e Orítia.

Ele veio da Trácia para reinar em Elêusis. Durante a guerra entre Elêusis e Atenas, morreram tanto o rei de Atenas, Erecteu quanto o filho de Eumolpo, Immaradus. A paz foi celebrada entre Atenas e Elêusis, de forma que Elêusis mantivesse o controle dos mistérios de Elêusis, mas deixando todo o resto submisso aos atenienses. Segundo Estrabão, quem derrotou Eumolpo e os trácios que invadiram a Ática foi Íon, filho de Xuto; a mãe de Íon era uma filha de Erecteu.

Ele foi sucedido por seu filho mais novo Ceryx, ancestral mitológico da família sacerdotal ateniense dos Ceryces, que diziam que Ceryx era filho de Hermes e Aglauro, filha de Cécrope.

Seu neto Naus tornou-se um sacerdote de Deméter em Pheneus, na Arcádia.

No templo de Atena, na acrópole de Atenas, havia estátuas de bronze de dois guerreiros se encarando e preparando-se para a luta, as estátuas eram idenficadas como sendo de Erecteu e Eumolpo, mas Pausânias achava que este era um erro, as estátuas sendo de Erecteu e Immaradus, o filho de Eumolpo.

O túmulo de Eumolpo, em Elêusis, era reconhecido pelos eleusinos e atenienses do século II d.C.

NavegaçãoEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.